segunda-feira, 28 de novembro de 2016

O que a vida e a morte do Dr Russell Shedd implicaram em minha vida?

Vejo que esse acontecimento está sendo repercutido de muitas formas por aí a fora. Mas aqui, por se tratar de um blog pessoal, quero expor o que implicou para mim a vida e a morte deste homem que foi o Dr Shedd.

Inicialmente, só o conhecia de ouvir falar, até os meus olhos o verem ao vivo e a cores. Fui começando a admirá-lo, pois fui percebendo que a humildade, o carisma, a mansidão, a sabedoria, a inteligência, a expectativa do céu eram características extremamente marcantes naquele homem.

O vi pregar em algumas Consciências Cristãs, tive a oportunidade de vê-lo ministrar um estudo das epístolas de Pedro em umas das igrejas aqui da cidade, de ouvir suas devocionais nos Congressos da JUVEP. Enfim, foram dezenas de oportunidades que, não só hoje, mas ao final de cada uma delas, agradecia a Deus o privilégio de aprender mais com aquele servo do Senhor.

Até que tive o privilégio de servi-lo, durante 4 dias! Lembro-me que foi uma semana na qual ele foi convidado pelo Seminário da JUVEP para dar aulas sobre o Novo Testamento. E na ocasião, pude conduzi-lo até sua sala de descanso, durante os intervalos, depois para a sala de aula novamente, por repetidas vezes, além de conversamos um pouco sobre a plantação de cana de açúcar que era possível ser vista da janela de sua sala de repouso. Enfim, eu estava tão grata a Deus por poder estar servindo de alguma forma àquele irmão que tanto tinha feito e estava fazendo para o Reino de Deus, não só no Brasil, mas no mundo!

Depois disto, há dois dias, na Colação de Grau dos formandos do Seminário da JUVEP, ouvi a dra. Bábara Burns (amiga do casal Shedd há 50 anos) confirmando todas as minhas percepções e impressões a respeito dele, desde a primeira vez que o vi e ouvi: humildade, generosidade, sabedoria, inteligência, etc.

E ontem, ao ouvir a pregação do meu pastor, no culto, resolvi escrever este post. Na verdade, o que me motivou de fato foi a pregação que ouvi ontem, mais do que o fato do nosso irmão Shedd ter descansado no Senhor.

A vida do dr. Russell Phillip Shedd me instigou a buscar aprender mais do Senhor Jesus e da sua palavra e a viver de modo digno do Evangelho. Mesmo nos últimos dias de sua vida, foi "capaz" de afirmar que estava sendo uma experiência muito boa, em que estava se desmamando do mundo e pronto pra subir. Coloquei capaz entre aspas, porque quem o capacitou foi o Espírito Santo, através de sua fé inabalável naquilo que é ETERNO! Ele citou 2 Coríntios 4:16-17"Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente" e também 1 Pedro 4:13: "Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis".


A morte do Dr Shedd me fez refletir ainda mais sobre a segurança de crente em Cristo Jesus, na sua morte e ressurreição. Essa deve ser a nossa esperança! Porque "se esperamos em Cristo apenas nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens"! Dr Shedd, mesmo em vida e com saúde, desejava o céu. E mesmo no leito da enfermidade, continuava desejando o céu! 

Desejar o céu não significa desejar a morte, significa que, enquanto isso não acontece, continuaremos servindo ao Senhor com todo o nosso coração e com toda a nossa força!

"Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor". (I Co 15:58) 


Um comentário:

  1. Nossa.... emocionada, triste e feliz ao mesmo tempo, por também ter tido a oportunidade de ouvir esse servo do Senhor, pregando na Consciência Cristã, a alegria e tristeza se confundem aqui, alegria por ter tido o privilégio de ouvi-lo ensinando sobre a Palavra de Deus e triste porque certamente sentiremos a sua falta, especialmente quando estivermos reunidos em mais uma Consciência Cristã...

    ResponderExcluir