Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Sou mesmo uma flor?

Imagem
Sou mesmo uma flor?
Uma flor necessita de cuidado, atenção, zelo, proteção e carinho do seu jardineiro. Ela precisa ser acompanhada, nutrida e regada todos os dias. Alguém precisa vê-la crescendo, se desenvolvendo e tornando-se cada vez mais linda. Se esse alguém for aquele que a tiver cultivado, então, cada mínima mudança, cada melhora, cada avanço da florzinha fará o coração dele saltitar de alegria e o motivará a continuar cuidando, zelando, nutrindo, regando... E esta será a maneira pela qual a linda flor alegrará o coração do seu jardineiro: ao crescer bela e exalando um bom perfume.  Ela será reflexo de toda a dedicação dele... Ele corresponderá a toda a delicadeza dela... Não é uma troca de interesses. O único interesse do jardineiro é ver sua bela flor cuidada e protegida. E o que importa para ela é retribuir com toda a suavidade de uma flor...

Eu ainda continuo sendo uma flor?
Então, eu necessito ser cuidada, regada, nutrida e protegida... Preciso que alguém olhe para mim e decida cu…

Excelentes para a Glória de Deus!

Imagem
Gente, eu estava refletindo agora: “O que é fazer algo com excelência?” Fui atrás da definição da palavra excelência (por mais que a gente saiba o que é, geralmente sentimos dificuldade em conceituar). Excelênciaé a característica do que é excelente; que possui um teor mais elevado. E o que é excelente? É uma característica ou particularidade daquilo que é excessivamente bom. Certo. De posse dos significados das palavras, a reflexão foi ganhando corpo: “Será que estamos sendo excelentes na nossa vida/conduta cristã?” No que isso implica? É simples, comecemos pelo nosso dia a dia, pela nossa rotina e as perguntas já surgem, naturalmente: Temos buscado excelência como filhos(as), como profissionais, como alunos, como irmão(ã), como membro na nossa igreja local, como neto(a), sobrinho(a), primo(a), como pai, como mãe, avô, avó, tio, tia, esposo(a)... e por aí vai... Sempre me questiono por que temos agido de maneira impecável apenas no que diz respeito à nossa vida “secular”? (não creio …

Um desejo mais profundo

Há alguns dias li algo a respeito de COMO devemos fazer para vencer desejos pecaminosos (em uma das atualizações do Voltemos ao Evangelho que chegam ao meu e-mail, diariamente). Foi um vídeo curto, de menos de 2 minutos, mas que me fez refletir bastante. Comecei a pensar que, enquanto estivermos em corpo corruptível, seremos tentados de diversas maneiras e, não custa nada lembrar: tentados principalmente naquilo em que nossa carne é mais tendenciosa a vacilar. E quando falo em carne não me refiro apenas à tentação sexual. Podemos ser tentados a subornar alguém; a nos apropriar de algo que não é nosso (por mais insignificante que possa parecer); a lançar uma “mentirinha de nada”; a fazer o famoso “caixa dois” na empresa; a adulterar (lembre-se “qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração”, conforme Mateus 5:28); a fofocar (isso mesmo! Fofoca também é sinônimo de falso testemunho! E a Bíblia condena tal atitude, conforme Deuteronômio 5:…

Relatando...

Imagem
Realmente foram momentos inesquecíveis... emocionantes... especiais... únicos e cativantes... Um tempo curto que deixou saudade extensa...
A princípio, eu não iria. Era uma viagem em que eu não me achava pronta para encarar. "É muito longe", pensávamos eu e meu orgulho. Os dias foram se aproximando e a dúvida aumentando se deveria ou não ir para aquele avanço missionário. Decidi! "Eu vou!" O dia chegou. Um dia "daqueles" no seminário: organizando os últimos detalhes, recebendo pagamento de inscrições, ajustando algumas duplas para o evangelismo do dia seguinte, preparando a lista de chamada. Até que, finalmente, subi no ônibus, me acomodei e descansei...
Sim, realmente era uma viagem longa. Saímos às 22h de uma sexta-feira e chegamos às 05:30h do sábado. Graças a Deus o Senhor nos fez chegar em paz e segurança. Entramos na escola, nos alojamos nas salas, tomamos um café da manhã preparado pelas irmãs da igreja local que tão prontamente nos receberam e nos d…