terça-feira, 11 de outubro de 2016

Se eu for uma mãe negligente...

Para quem ainda não sabe, estou compartilhando aqui uma leitura que estou fazendo do Livro Pais Sábios, Filhos Brilhantes (John MacArthur). No post anterior (Como vou criar meus filhos?!), falei que iria compartilhar os 4 princípios bíblicos que, geralmente, são negligenciados pelos pais e que deveriam estabelecer o fundamento para a perspectiva dos pais cristãos. Então vamos lá!

1º - Os filhos devem ser vistos como uma bênção, não como uma provação
A própria Bíblia afirma que os filhos são presentes benditos do Senhor! Então por que nós, algumas vezes, dizemos que eles são: provação, fardo/peso, empecilho, etc? Mesmo No mundo caído e infectado pela maldição do pecado, os filhos são símbolos da bondade amorosa de Deus!

2º - Criar filhos deve ser uma alegria, não um fardo
"A tarefa dos pais não é um jugo a ser carregado; é um privilégio a ser desfrutado". Sabe por que criar filhos pode parecer, de fato, um fardo? Porque alguns pais têm negligenciado princípios simples que Deus estabelece e, por isso, tomam sobre si um fardo que Deus nunca pretendeu que eles carregassem. É óbvio que existem momentos desagradáveis na criação de filhos, contudo, nada produzirá mais alegria e satisfação absoluta do que criar seus filhos na instrução e no conselho do Senhor!

3º - O sucesso na criação de filhos é medido pelo que os pais fazem, não pelo que o filho faz
A tendência é acharmos que o contrário do que foi dito acima é o correto. Mas será mesmo?? E quando fazemos tudo o que a Bíblia nos ensina como pais, mas nossos filhos crescem e abandonam a fé? Já pararam pra pensar nisso? O fato de criarmos nossos filhos no caminho do Senhor não é garantia de sua salvação, afinal de contas, nada que fizermos garantirá a redenção de nossos filhos. Se o que nossos filhos se tornassem fossem um medidor confiável do sucesso dos pais, não existiria garantia inviolável na Bíblia de que teremos sucesso absoluto nesses termos. Muito mais coisa o autor vem falando sobre isso, inclusive sobre Provérbios 22:6. Vale a pena ler! Aqui é só uma pincelada, rsrs.

4º - As influências mais importantes sobre o filho vêm dos pais, não dos amigos
"O próprio Deus entregou a responsabilidade pela criação dos filhos AOS PAIS (destaque meu), não aos professores, aos colegas, aos funcionários da creche ou a outras pessoas fora da família". Quando li isso percebi como é sério essa questão! Nós precisaremos educar nossos filhos e não transferir esta função para terceiros. Sabe aquela passagem de Deuteronômio 6:6-7 que diz que as palavras que o Senhor nos ordena devem estar em nossos corações e nós devemos ensinar aos nossos filhos quando estivermos sentados em casa, andando pelo caminho, ao deitar e ao levantar? Significa que criar filhos é uma missão em tempo integral! Nenhuma hora do dia está isenta! Essa responsabilidade de criarmos nossos filhos na instrução e conselho do Senhor foi dada a nós por Deus e prestaremos contas a ele por nossa negligência deste grande dom.

Bom, é isso que tinha para compartilhar e, à medida que escrevo, vou relembrando de tudo o que li e me convencendo ainda mais da grande responsabilidade que é criar filhos! Que o Senhor nos ajude a sermos pais sábios, de acordo com a Bíblia!

Até a próxima!


Nenhum comentário:

Postar um comentário