segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Como vou criar meus filhos?!

Neste final de semana, compramos um livro que chamou muito a minha atenção. Na verdade, ele despertou meu interesse mais por causa do autor do que pelo título, propriamente dito (embora o título seja interessante também). Já aconteceu com vocês? É mais ou menos como um filme: você assiste a um filme de um ator que gosta muito, além de gostar, ele é muito bom e já ganhou vários oscars. Então, todos os filmes que estreiam com esse ator (ou atriz) você vai querer assistir, né?

Para os que conhecem John MacArthur, sabem muito bem do que estou falando. Ele é autor de mais de 150 livros, alguns deles com mais de 1 milhão de cópias. E "Pais Sábios, Filhos Brilhantes" trata-se de uma abordagem singular sobre educação de filhos, de uma maneira que honre a Cristo, em qualquer cultura e sob quaisquer circunstâncias.

Livros sobre essa temática nunca me encheram os olhos, pois, sem querer desmerecer tais trabalhos, penso que, muitos deles não passam de psicologia infantil recheada de terminologia "cristã". Não acredito em fórmulas e/ou métodos para educação de filhos. E, ao mesmo tempo, acredito sim! Creio que tais metodologias encontram-se na Bíblia e mais em nenhum outro lugar! E é justamente o que busca este livro: nos fazer retornar aos princípios bíblicos para a criação de filhos.

Como iniciei a leitura há dois dias, quero ir compartilhando aqui o que vou lendo e, quem sabe, auxiliar papais e mamães (ou futuros papais) a compreenderem que os únicos valores reais que podem salvar a família estão enraizados na Bíblia!

Não pretendo deixar os posts muito longos, então deixarei para o próximo os 4 princípios bíblicos que, geralmente, são negligenciados e que deveriam estabelecer o fundamento para a perspectiva dos pais cristãos.

"Deus colocou em nossas mãos a responsabilidade de criarmos nossos filhos na instrução o no conselho do Senhor, e prestaremos contas e Ele por nossa negligência deste grande dom!" (John MacArthur)

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário