terça-feira, 8 de março de 2016

Três dicas para quem quer fazer intercâmbio

Olá pessoal. Recentemente gravei um video falando sobre o fim do nosso intercâmbio em Dublin. Para quem não viu, basta clicar aqui.

E estou aqui hoje para completar o vídeo através de algumas dicas para quem sente o desejo de fazer intercâmbio. Então vamos lá:

1) Façam tudo através de uma agência de intercâmbios
Esta é a primeira dica, pois faz toda a diferença na hora do seu intercâmbio. Ouvimos histórias e conhecemos pessoas que foram lesadas por terem comprado o pacote direto com a escola e depois de um tempo a escola fechou as portas! Ahh! Procurem agências sérias, devidamente registradas no seu país de origem (CNPJ). Procurar indicações de pessoas que já compraram seus pacotes também é algo que indico. Entrem em grupos de Facebook, pesquisem avaliações na net. Desde já deixo bastante claro que não existe agência perfeita, mas se você acha que é ruim viajar por uma, te digo que poderá ser muito pior viajar sem nenhuma! Nós viajamos pela WICE INTERCÂMBIOS e nós recomendamos! Fomos apoiados, representados, ajudados por eles. Sei que a experiência é pessoal e, no nosso caso, tudo ocorreu bem, graças a Deus.

2) Não compre passagens separadas
Nós compramos nossas passagem de São Paulo para Dublin, com escala em Amsterdã. Só que a passagem da nossa cidade para São Paulo só fomos comprar depois, separadamente. Não aconselho a você fazer isso, pode ser que não dê certo. Neste caso, nossa viagem não foi caracterizada como voo internacional no trecho entre nossa cidade e Guarulhos. Isso signica que não pudemos levar duas malas de 32 kg, cada um, mas apenas uma mala de 23kg. Para nós isso não foi algo negativo, mas acredito que para muitos seria. Então, recomendo que compre o voo do trecho completo já.

3) Leve o necessário na mala
Se o país que você for é frio e você estiver chegando no inverno, te garanto que vestir umas peças a mais de roupa te fará chegar sem maiores problemas. Não recomendo comprar casacos de frio no Brasil, primeiro porque são caros e segundo porque pesarão na bagagem (a não ser que você já tenha). Às vezes achamos que nossa roupa de frio do Brasil será útil no país que estamos indo, mas isso quase sempre é um engano. Digo por experiência própria: praticamente não usei nenhuma roupa de frio que levei. Compramos quando chegamos. Se você pensa em ir para a Irlanda, você não terá dificuldades para encontrar lugar para comprar casacos no precinho. 


É isso pessoal, espero que tenham curtido essas três dicas iniciais. Tenho outras dicas, mas vou postando aos poucos para não ficar muito extenso. Abraço!


4 comentários: