quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Diário de uma noiva 10 - nossa lista de convidados

Olá pessoal.

Hoje estou a fim de comentar um pouco sobre algo que já falei aqui quando publiquei o post "Nove meses de namoro". Sim, é sobre lista de convidados para casamento, mais especificamente: a lista dos nossos convidados para o nosso casamento (uii).

Uma das maiores dificuldades, logo de cara, foi essa bendita lista. Gente, que coisinha complexa e delicada, que se você deixar, toma tua paz e você já começa a organização para seu casamento debaixo de estresse! Quem é noivo(a) e está nessa caminhada ou quem já casou sabe exatamente do que estou falando.

Estou tratando sobre essa temática aqui, pois o nosso contexto é o seguinte, sem arrodeios: não temos condiçõe$ suficientes para convidar todas as pessoas que gostaríamos (tipo, toda a igreja, todos os colegas/amigos que um dia fizeram parte de nossas vidas, todos os nossos colegas que hoje fazem parte do nosso círculo de convivência, etc). Queríamos de verdade que essas pessoas fizessem parte desse momento que será tão especial e único em nossas vidas. A lista começa a ser enumerada e nomes e mais nomes vão surgindo. Família, igreja, trabalho... percebemos que convivemos com pessoas especiais e amigas.

Fui percebendo também que algumas pessoas fazem parte da nossa vida, durante uma fase dela e, com o tempo, deixam de fazer (por vários motivos, alguns até justificáveis, outros nem tanto, mas a vida é assim mesmo). Não significa que elas deixaram de ser importantes para nós, apenas que, atualmente, não dividem tantos momentos como antes. E, naturalmente, acabam se afastando do convívio.

Limitamos nossa lista pelo alto custo dos orçamentos mais básicos. Sendo assim, nossa prioridade foi para nossos familiares mais próximos e amigos mais chegados. Espero que quem ainda vai se casar, nunca passe por esse dilema, rsrsrs. Mas como diz um pastor amigo nosso: vocês podem chamar 500 pessoas, sempre ficará faltando mais uma. E é verdade mesmo. Mas sabem de uma coisa? Até nessa relativa "dificuldade" em fazer a lista de convidados fomos moldados pelo Senhor a encararmos a situação de frente, com firmeza e maturidade, independentemente das possíveis reações que virão (e há quem diga que pessoas ficam até sem falar com outras, pelo fato de não terem sido convidadas para um casamento, risos... eu rio porque não consigo acreditar nisso). 


Bom, fato é que já distribuímos nossos convites de casamento! Isso mesmo, eles já foram distribuídos! Eu e Sam temos refletido a respeito disso tudo e concordamos que, apesar da nossa vontade de que todos os nossos queridos amigos façam parte do nosso casamento, nós não queremos passar mais tempo de relacionamento (antes de casar) para poder "preparar melhor nosso casamento". Por motivos óbvios e já citados: quanto mais pessoas convidarmos, mais pessoas terão para serem chamadas. Desde o início do namoro conversávamos sobre tempo de relacionamento, (sei que esse é um assunto muito relativo a cada casal, mas me refiro aqui à nós dois) e também concordamos que não havia necessidade de passarmos tanto tempo namorando e/ou noivos para, primeiro, conquistarmos as coisas para poder casar. Percebemos que todas essas conquistas podem ser feitas dentro do casamento, por que não? Hoje, nós temos 1 ano e 4 meses de relacionamento (namoro + noivado), estamos prestes a nos casar e posso afirmar: é plenamente possível namorar, noivar e casar nesse tempo! rsrs. Claro, quando ambos têm essa certeza firmada no Senhor e, consequentemente, as bençãos de Deus e das famílias.

Por fim, o que acreditamos e esperamos, realmente, é a compreensão sincera daqueles que não estão na nossa lista de convidados, sabendo que nem por isso são menos especiais e importantes para nós. 

O nosso pedido sincero é: se você não foi convidado e quer nos presentear, por favor, ore por nós! Necessitamos das orações dos irmãos. Estamos entrando numa nova fase das nossas vidas e nada melhor do que iniciá-la debaixo de oração e intercessão.  

Deus abençoe a todos! Abraços!

3 comentários:

  1. Muito bem esclarecido. Isso se chama: Consideração para com os que não foram inseridos na lista de casamento. Aliás, lista bem limitada pelo pequeno orçamento, mas nem por isso, as pessoas que não foram convidadas são menos importantes do que todas as que estarão presentes, que em sua grande maioria, são família e familiares.

    ResponderExcluir