segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Consciência Cristã 2015

Vivenciei dias de muita edificação espiritual! Dias nos quais cada instante era de valor inestimável, pois foram momentos de aprendizado, reflexão profunda, refrigério, consolo e conforto, exortação, alegria. 

Inicialmente, quero externar minha intolerância a essa "graça humanista", a qual muito evidencia o direito do homem e negligencia a vontade de Deus. Na verdade, Deus é quem deve ser evidenciado sempre, em todos os minutos e segundos da nossa existência. Foi maravilhoso recordar que, para que isso aconteça, eu preciso deixar de lado meus achismos e entender que minhas vontades estão em segundo plano! Que para fazer a vontade de Deus eu preciso, primeiro, conhecer quem Deus é, do que Deus gosta e o que Ele odeia. E tudo isso descubro através da Sua Palavra inerrante, infalível, suficiente, poderosa e inspirada.

Preciso conhecer os atributos de Deus! Preciso conhecer quem Deus é! Deus é Santo, Santo, Santo (três vezes Santo!); Deus é magnífico, imutável, eterno, onisciente, onipotente, onipresente. Ele é Senhor! Baseado nisso, é inconcebível que alguém, que se afirma cristão, faça piadas com o nome de Deus ou cante músicas que o ridicularizam, banalizando assim a Sua glória.

Hoje, cremos em tudo aquilo que nos proporciona um bem estar físico, emocional e espiritual. "Se me faz bem, tá valendo!" Onde está o temor da igreja do Senhor? Onde está o zelo pela sã doutrina? Como podemos professar a Cristo e sermos tão indiferentes a Ele?!  A verdade é que a Bíblia é maravilhosa até ela se tornar inconveniente! 

Aprendi ainda que aquelas pessoas que o Senhor recrutará para o outro lado do mundo, já estão trabalhando em prol do Reino de Deus do outro lado da rua! Que a máxima "Fazei Tudo para a Glória de Deus" engloba 100% da minha vida (trabalho, faculdade, família, namoro, casamento, igreja, amigos, vizinhos, lazer, etc).

Quem disse que existe divisão de áreas na vida de um cristão? Um cristão possui "vida secular" e "vida espiritual"? A conduta do crente não deveria ser completamente espiritual, já que tudo o que ele faz é para dar glória a Deus? (Percebem como nossos pensamentos estão distorcidos?).

Finalmente, pude ouvir e ratificar em meu coração princípios bíblicos para um casamento que glorifica a Deus. Em pleno século XXI, com o feminismo em seu auge e exercendo forte influência entre muitas moças e mulheres cristãs, vejo dezenas de nós [mulheres] reunidas em busca da verdade bíblica sobre família, marido e filhos. Hoje, a mulher moderna trabalha fora, estuda pra concurso, se especializa, faz cursos, precisa de dedicação e tempo para investir na carreira profissional, ouve desaforo de chefe, tem hora pra chegar e hora pra sair, não pode largar o salto alto, precisa manter a aparência impecável para o público de fora (nada contra o fato de mulher se arrumar, que fique claro isso); chega do trabalho estressada e saturada, trabalha em casa (terceiro turno!), lava louça, faz comida, varre, faz comprinhas que estão faltando, cuida do filho, leva à escola, leva ao dentista, leva ao médico, leva para passear, dá banho, troca a roupinha, coloca para dormir... ahh, ainda tem o marido (ops!)... prepara a jantinha do marido e se arruma para recebê-lo com um sorriso no rosto e carinhosa para dedicar-lhe tempo de qualidade.

Sim, posso dizer que odeio o feminismo! Porque amo a ideia de ser uma esposa dedicada à minha futura família, ao meu futuro marido e aos meus futuros filhos! Minha carreira profissional?! Ahh, isso será insignificante diante da grandiosidade do meu chamado de ser esposa e mãe para a glória de Deus! Trabalharei arduamente e investirei meu tempo, sim, para educar meus filhos no caminho do Senhor, cuidar e auxiliar em tudo meu [futuro] marido em submissão e amor. (Farei carreira em economia doméstica!). Assim como a mulher virtuosa de Provérbios 31, desejo, com a graça de Deus e para a glória Dele, atender ao bom andamento do meu futuro lar e jamais comer o pão da preguiça.

Uma vida que glorifique a Deus em tudo não é uma vida sem falhas ou erros. Mas uma vida que compreende que é ao Senhor que estamos servindo.

Isso foi um pouquinho do que vivi na 17a Consciência Cristã, em Campina Grande-PB.


Saí de lá desafiada a FAZER TUDO PARA A GLÓRIA DE DEUS! Todos os dias da minha vida!

"Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus". (I Coríntios 10:31)

*Reflexão baseada nas plenárias e seminários ministrados ao longo dos dias do evento por: Pr. José Bernardo, Rev. Elias Medeiros, Pr. Paulo Jr, Pr. Renato Vargens, Pr. Justin Peters e Simone Quaresma.

2 comentários:

  1. Que o Senhor nos capacite a viver para a sua glória em cada detalhe de nossa vida! Também fui extremamente edificada! Lindo texto!

    ResponderExcluir
  2. Fico infinitamente grata ao Senhor por ter confirmado tudo o que um dia ensinei a você e a seus irmãos, lá atrás, quando ainda eram embriões dentro da minha barriga, e continuei a ensina-los, após o nascimento, todos os dias, sempre buscando a sabedoria divina para isso, pois sem Deus eu realmente não teria conseguido lograr êxito na educação de vocês três, e olha que nem tinha ouvido a nossa amada e sábia Simone Quaresma! Louvo a Deus pela tua vida, minha filha, e pela vida dos teus irmãos, que, juntos, para mim foram entregues como Herança DO próprio Senhor para que eu cuidasse com todo amor, atenção, carinho e dedicação e farei isso enquanto vida tiver, em contextos diferentes após o casamento de cada um, passando de mãe em período integral para conselheira e aquela que continua orando e orando pela vida de cada um de vocês e de suas famílias e que tudo, absolutamente tudo seja para glória do nome do SENHOR, na realização de todo propósito d'Ele nas nossas vidas! Como é bom perceber e ver, no dia a dia, que tudo o que lhes ensinei, guiada pelo Espírito Santo, a custa de muita renúncia e pressões dessa sociedade exigente, mas completamente sem Deus, como é bom ver comprovado na vida de cada um de vocês que, valeu totalmente a pena ter renunciado a tantas 'oportunidades' para cumprir integralmente a minha vocação de esposa e mãe! Me alegro em testemunhar que isso confirma, como verdade inquestionável, o fato de que a Bíblia é realmente inerrante em tudo que fala: "Ensina a criança NO caminho em que deve andar e, ainda quando for velho, não se desviará dele" (Pv. 22:6). Muito, mas muito grata a Deus pelos dias edificantes da 17ª Consciência Cristã!!!

    ResponderExcluir