sábado, 29 de agosto de 2015

Diário de uma noiva 3 - convites e senhas

Como é bom ter um noivo que está ao seu lado resolvendo cada detalhe para o Grande Dia. Agradeço muito a Deus por isso! E, como não podia ser diferente, nos últimos dias resolvemos muita coisa. A sensação que dá é aquela de que nada anda, nenhuma coisa sai do lugar. Mas agora dou uma dica para as noivinhas de plantão: tenham um caderninho! Isso mesmo, comprem, confeccionem, peguem um caderno em casa que você não usa mais, arranque as folhas velhas e utilize para ser seu "Caderninho do Casamento". Lá você vai relacionar tudo o que vocês precisam para este dia tão especial, bem como as agendas semanais. Cada vez que forem cumprindo as atividades, você vai marcando. Algumas atribuições serão apenas para a semana do casamento. Escreva tudo! Caso tenha esquecido de algo, volte e complete sua listinha. Faça uma área no seu caderno com coisas suas, coisas de noiva, tipo: vestido, cabelo, maquiagem, unhas, acessórios, sapato, perfume e outras coisinhas mais que precisaremos para o dia. Dessa forma você poderá fazer um orçamento prévio do gasto com tudo isso e ir "quicando" o que já foi resolvido. Eu fiz isso e é muito bom! Me ajudou a visualizar o que já fizemos, aonde já fomos, com quem já falamos, o que já fechamos, etc. Eu super recomendo!

Outra coisa que tenho feito é guardado cada nota fiscal das nossas compras, por menores que elas sejam, se estiverem relacionadas ao casamento, vão entrar na contabilidade. Eu xeroco os cupons fiscais, porque depois de tudo, servirá para fazermos um levantamento geral das despesas. Decidimos que, um dia após o nosso casamento, queremos estar sem dívida alguma, sem nenhuma parcela referente ao casamento. Está sendo um desafio, pois não tivemos anos de preparo, só alguns poucos meses. Mas, se você e seu noivo pensam em parcelar, procurem se organizar para que, até o dia do casamento, tudo esteja pago. Eu ainda não me casei, rsrsrs, mas imagino que as atribuições após o casamento (aluguel ou parcela da casa própria, feira, contas diversas) irão surgir e, se não houver organização, ficará difícil conciliar todo esse montante de obrigações financeiras. Que fique claro aqui que me refiro aos gastos excessivos com uma festa de casamento, a ponto de pesar no bolso após casados, atrapalhando, dessa forma, aquilo que passará a ser básico na vida do casal.

Quanto a estar ou não com uma casa já toda pronta, isso, na minha opinião, é dispensável. Se o casal tem um lugar para ficar após o casamento (seja alugado ou próprio), mas nem tudo está montado dentro de casa, não é o fim do mundo! Vocês podem sim se casar e, aos poucos, irem montando o lugar de vocês. Cada conquista será uma vitória dos dois! Por isso que defendo a ideia de que, se querem casar, fazer festa e tudo que têm direito, façam! Mas jamais em detrimento de dívidas pós-casamento, pois o mais importante ainda virá: o primeiro dia do resto da vida de vocês como casal casados!


Nenhum comentário:

Postar um comentário