quinta-feira, 24 de julho de 2014

O viver é Cristo e o morrer é lucro!

Daqui a alguns dias retornarei às aulas no Seminário. Dentre outras disciplinas, estudarei a História da Igreja Reformada. Não aguentei esperar estar em sala de aula para aprender a respeito e fui assistir a umas videoaulas do site Internautas Cristãos (recomendo!). 
Por mais que eu tenha alguma informação a respeito de como viveram e morreram muitos cristãos dos séculos passados, não se compara a sentar para estudá-los e conhecer detalhes de suas vidas. Aprendi sobre as "Estrelas da Manhã" da Reforma (Wycliffe, Hus e Savonarola), homens que dedicaram suas vidas à verdade do Evangelho, que tiveram muitos inimigos imponentes na época e que morreram pela causa de Cristo queimados em estacas e/ou enforcados. Estou refletindo até agora sobre isso...
Será que estou disposta a passar por tudo isso se preciso for? 
Será que eu enfrentaria os riscos de ir contra reis, presidentes, papas, sociedade, governo por amor a Cristo? 
É... por um instante me coloquei na pele desses homens do passado e vi que nossas realidades são completamente distantes nesse sentido. A verdade é que estamos confortáveis demais para sofrer por Cristo e Seu Evangelho. Preferimos ser imparciais a confrontar alguém com as verdades bíblicas. Preferimos não opinar, optamos por nos afastar de polêmicas e concordamos com a maior das mentiras de que todos os caminhos levam a Deus.

Oh, meu Deus, reaviva Tua igreja de novo! Faz a chama arder como foram os primeiros cristãos [...] quanto mais a fogueira queimava, mais se ouvia o louvor dos nossos irmãos. Era assim que os nossos irmãos do passado morriam, louvando o nome de Senhor! *-*

"Observe como Hus agarrou-se firmemente em seus escritos e palavras às doutrinas de Cristo. Com que coragem ele lutou contra as agonias da morte. Com que paciência e humildade ele sofreu toda indignidade. E com que grandeza de alma ele confrontou uma morte cruel em defesa da verdade, enquanto fazendo todas estas coisas sozinho, diante de uma assembleia imponente dos grandes da terra, como um cordeiro no meio de leões e lobos. Se um homem assim pode ser considerado um herege, nenhuma pessoa debaixo do sol pode ser vista como um verdadeiro cristão." (Martinho Lutero sobre Jan Hus/John Huss)

Um comentário:

  1. Olá Kalena,

    Parabéns pela bela reflexão e também por seu interesse em se aprofundar no estudo da História da Igreja. Oro para que sua vida continue sendo exemplo de dedicação cristã e compromisso firmado com o Reino. Hebreus 11:34-40.
    Abraços,
    Luciene Sousa

    ResponderExcluir